Dicas matadoras para sair bem na prova de linguagens do Enem

08 set Dicas matadoras para sair bem na prova de linguagens do Enem

1 – A redação no ENEM

O Exame é constituído por questões objetivas de múltipla escolha, construídas com base em cinco competências, e por uma redação, que deverá ser estruturada a partir da proposta de um tema de ordem social, cultural ou político.

Competências e critérios para análise da redação do ENEM:

I – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.
II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema de acordo com os limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

V – Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, demonstrando respeito pelos direitos humanos.

2 – A literatura no ENEM

A prova do novo a partir do ENEM-2009 não se afastou muito do que vinha sendo solicitado – em relação à Literatura – desde a primeira edição. Os textos escolhidos foram os de Carlos Drummond de Andrade, Bernardo Guimarães, Visconde de Taunay, Fernando Pessoa, Cecília Meirelles, Graciliano Ramos, Augusto dos Anjos, Manuel Bandeira, Olavo Bilac e Oswald de Andrade.

Questões relativas à periodização literária não são comuns, contudo o domínio de tal conhecimento – sobretudo de características / autor / obra – proporciona ao candidato maior segurança na hora da resposta. A abordagem recai sobre a intertextualidade, a compreensão de textos e aos gêneros, além da ocorrência de figuras de linguagem.

dicasenem1

Ao compararem-se a paródia do poema de Drummond e a charge, percebe-se que ambos, apesar da intertextualidade – diálogo entre os textos – pertencem a gêneros diferentes.

3 – Funções da Linguagem

Várias questões do novo ENEM recaem sobre a análise da função da linguagem predominante nos textos em situações específicas de interlocução. Sendo assim, é importante dominar tal conhecimento.

Função Referencial – predominante nos textos de caráter científico; o autor busca transmitir informações objetivas sobre o objeto ou a situação analisados.
Função Emotiva ou Expressiva – o emissor imprime no texto marcas de sua pessoalidade.
Função Conativa ou Apelativa – predominante nos textos de propaganda, busca persuadir o receptor da mensagem.
Função Fática – o emissor busca verificar a eficiência do canal de comunicação (Ex.: “Alô”).
Função Metalinguística – a linguagem trata de explicar a própria linguagem (Ex.: dicionários).
Função Poética – a mensagem é elaborada de forma inovadora, inusitada.

Observe:

Canção do vento e da minha vida
O vento varria as folhas,
O vento varria os frutos,
O vento varria as flores…
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De frutos, de flores, de folhas.
[…]

BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1967.

“Predomina no texto a função da linguagem poética, pois chama-se a atenção para a elaboração especial e artística da estrutura do texto.”

4 – Norma culta e variação linguística

Várias questões do novo ENEM recaem sobre a análise da norma culta e da variação linguística, ou seja, solicita-se ao candidato a análise dos recursos lingüísticos, dos elementos de referência pessoal, temporal, espacial, seleção lexical, tempos e modos verbais. Sendo assim, é importante dominar tal conhecimento.

1. Linguagem culta informal ou coloquial: usada espontânea e fluentemente pelo povo, mostra-se quase sempre rebelde à norma gramatical e é carregada de vícios de linguagem.
2. Linguagem culta formal ou padrão: ensinada nas escolas, serve de veículo às ciências em que se apresenta com terminologia especial. Caracteriza-se pela obediência às normas gramaticais.
3. Gíria
4. Linguaguem popular ou vulgar: “ligada aos grupos extremamente incultos, aos analfabetos”, aos que têm pouco ou nenhum contato com a educação formal.
5. Linguaguem regional: são variações geográficas do uso da língua padrão, quanto às construções gramaticais, empregos de certas palavras e expressões e do ponto de vista fonológico.
6. Linguagem das mídias eletrônicas

Observe:

Iscute o que tô dizendo
Seu dotô, seu coroné:
De fome tão padecendo
Meus fio e minha muié.

Patativa do Assaré

“A partir da análise do poema, infere-se que o eu lírico revela-se como falante de uma variedade linguística específica. Esse falante, em seu grupo social, é identificado como um falante sertanejo morador de uma área rural”.

5 – ENEM: Os gêneros digitais
Várias questões do novo ENEM recaem sobre a análise do suporte textual em gêneros digitais, a caracterização dos interlocutores na comunicação tecnológica, os recursos linguísticos empregados nessa espécie de texto.

Marcados pela simplificação e pela abreviação de palavras – sobretudo por quem usa a internet –, os gêneros digitais visam à facilidade e atendem à pressa e à economia. Não se trata de uma escrita errada: é feita para um suporte próprio, adaptada para determinada situação, pois a linguagem abreviada, especialmente a da web, segue os padrões da oralidade. Outros elementos que fazem parte desse sistema são as representações de emoção, criadas para compensar a ausência física do interlocutor: “rs”, “eheh”, “:)”, “:(“, “[]” etc.

6 – ENEM: Os eixos cognitivos
Um dos eixos cognitivos por meio dos quais se estrutura a prova do novo ENEM é o domínio de linguagens, que consiste em, além de dominar a norma culta da Língua Portuguesa, fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa. Sendo assim, solicita-se ao candidato conhecimento mais amplo acerca de teatro, música, da pluralidade expressa nas produções estéticas e artísticas.

Observe:

“A música pode ser definida como a combinação de sons ao longo do tempo. Cada produto final oriundo da infinidade de combinações possíveis será diferente, dependendo da escolha das notas, de suas durações, dos instrumentos utilizados, do estilo de música, da nacionalidade do compositor e do período em que as obras foram compostas.

dicasenem2

O grupo mostrado na figura “executa um gênero característico da música brasileira, conhecido como chorinho.”

Fonte: UNIV.MOBI